terça-feira, 24 de abril de 2007

Como é sentido o amor?

Um estudo desenvolvido pela Universidade de Cambridge traçou há décadas atrás o perfil dos apaixonados.

O resultado mostrou algo que os filósofos gregos já apontavam nas suas obras. De facto, há aqueles que amam com o fogo de Eros ou de forma incondicional, como as mães.

O problema é que ao longo da vida esses sentimentos podem se confundir e deixar o “apaixonado” completamente desnorteado. Não há regras prontas para definir o que fazer nessa hora. O importante é reconhecer que somos capazes de nutrir diversos tipos de amor pelas pessoas.